OUÇA: Dois ciclistas morrem por falta de acessibilidade em duas cidades.

Campo Grande(MS) –  Falta de via somente para bicicleta, provocou a morte de João Lucas Farias, de 15 anos, morreu atropelado por ônibus depois de se desequilibrar e cair da garupa da bicicleta conduzida por amigo. Acidente  foi na manhã de terça feira no cruzamento da Avenida Eurico Soares de Andrade com Rua Luiz Antônio da Silva,  na cidade de Nova Andradina.  O Ciclista Nilton Roque da Silva, 41, morreu ao ser atropelado por caminhão de carga. Acidente  aconteceu depois das  cinco horas da tarde na Avenida Pedro Manvailer, centro da cidade de Amambai. Nilton seguia de bicicleta pela via pública e não usava faixa destinada ao ciclismo,  quando colidiu em caminhão F-350, que estava estacionado. Por conta da colisão, vítima caiu na pista e foi atropelada por caminhão de cargas.

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, mas ele morreu no local do acidente. O motorista do caminhão não parou e foi seguido por testemunhas, que o avisaram sobre o atropelamento. Motorista então se abrigou em local seguro e aguardou a chegada da Polícia. Ele relatou que devido a extensão do veículo, não percebeu que havia se envolvido em acidente.

Em Campo Grande o vereador e Ciclista, Eduardo Romero Também foi atropelado quando seguia para a sessão da Câmara em Campo Grande na sexta feira passada. O acidente não foi grave,  mas deixou o Romero com braço esquerdo enfaixado. Eduardo também não estava na faixa de ciclista, ou seja não havia acessibilidade.  O vereador disse que as pessoas andam sempre com pressa e não olham quem ao lado. Eduardo Romero disse que não vai para de andar de Bicicleta por causa do acidente  e avisa. A Radiowebms ouviu o vereador Eduardo Romero do Partido Rede.

João Flores Junior

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here