Neste ano, 56 mulheres morreram por câncer de mama ou colo de útero

Campo Grande (MS)- No primeiro semestre deste ano foram registrados 56 óbitos por câncer de mama e colo do útero em Campo Grande. Os dados são da Coordenadoria de Estatísticas Vitais (Cevital) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

Conforme a pesquisa, foram registrados 37 óbitos por câncer de mama e 19 do colo do útero nos primeiros seis meses do ano.

Em 2016, foram 111 óbitos, sendo 86 por câncer de mama e 25 por colo de útero.

Os dados apontam ainda que a maior incidência de óbitos por câncer de mama está na faixa etária de mulheres com mais de 65 anos, com 31 casos.

Já por câncer de colo de útero a incidência é entre as mulheres de 45 e 55 anos, com oito casos, acompanhada por 35 a 44 anos com sete, considerando os dados de 2016.

PREVENÇÃO

Segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama e o câncer de colo de útero são os mais comuns entre as mulheres.  O diagnóstico precoce da doença é fundamental para o sucesso no tratamento.

O rastreamento do câncer de mama é feito por meio do autoexame das mamas, exame clínico realizado pelo médico ou pelo enfermeiro e por exames de imagem (mamografia em mulheres de 50 a 69 anos).

Estimativas do Inca apontam que em 2016-2017 serão registrados 57.960 casos novos de câncer de mama, sendo 460 casos novos só  em Campo Grande.

OUTUBRO ROSA

Outubro é o mês de conscientização e combate do câncer de mama.  Conhecido internacionalmente como “Outubro Rosa”, o nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades.  O movimento acontece durante o mês inteiro e busca alertar sobre os riscos e a necessidade de diagnóstico precoce deste tipo de câncer, que é o segundo mais recorrente no mundo, perdendo apenas para o de pele. Correio do Estado 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here