Criança de 9 anos faz “conflitos” com uso de celular, pais devem ficar atentos.

Campo Grande(MS)- Pesquisa anunciada na terça feira(10/10),  pelo Instituto Start que trabalha com Educação e Segurança digital mostra quais incidentes comuns nas escolas envolvendo meios digitais, trata se da pesquisa Escola digital Segura em sua quarta edição. Desentendimento e ofensas em grupos de Whatshapp são os problemas mais enfrentados em 77% dos casos entre alunos pais e responsáveis. E 48% são relacionados ao Ciberbuyllyng. E 41% dos dados confirmam que o celular atrapalha o andamento da aula; E em 22% nas escolas pesquisadas,  aparece a exposição demasiada da intimidade. O trabalho é coordenado pela Patrícia Péck, advogada e especialista em direito Digital e coordenadora do Instituto Start

Péck, diz que  hoje criança de 6 a 8 anos faz uso do telefone celular e preocupa.  Para a pesquisadora as crianças são ingênuas e acreditam que os arquivos ficam em 4 paredes.  E conta que um  grupo de whatshap de uma escola municipal de São Paulo entre os alunos, queria eleger a  vadia da semana. Sobre o Siberbullyng,  a  pesquisadora diz que é preciso ter campanhas nas escolas e na sociedade. As explicações de Patrícia Péck, advogada e especialista em direito Digital e coordenadora do Instituto Start, foram feitas a Radio CBN.

Da redação

Foto Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here