Em 2 meses de Piracema, 30 são autuados e mais de 1,2 mil kg de pescado apreendido

Campo Grande (MS) –Nesta sexta-feira (05), a Piracema completa dois meses e até agora, a quantidade de autuados foi 16,7% menor em comparação ao segundo mês da operação passada. Foram 30 autuados nesta operação e 36 na passada; 28 foram presos por pesca predatória e 2 foram pegos com pescado sem ter declarado estoque. Na operação passada foram 32 presos e 4 foram autuados por falta de declaração de estoque.

O número de pescado apreendido foi 65,81% superior. Foram 1.232 kg de pescado apreendidos nesta e 743 kg até o segundo mês da operação passada. Foram aplicadas multas que chegaram a R$ 131.290,00 e R$ 64.530,00 durante o mesmo período à piracema passada. A quantidade de petrechos de pesca ilegais, barcos e motores de popa apreendidos está dentro do que se apreendeu em piracemas anteriores.

Nesta operação (2017-2018), o segundo mês foi mais tranquilo em comparação ao primeiro mês de piracema. Foram 22 autuados no primeiro mês e 8 no segundo, e apenas 10 kg de pescado apreendidos, enquanto no primeiro mês foram 1.222 kg. Porém, essa quantidade deveu-se a uma apreensão de 949 kg em uma única ocorrência em Corumbá. Os maiores problemas de pesca predatória ocorreram neste segundo mês em Aquidauana e no primeiro em Corumbá.

As pessoas autuadas e presas responderão a processo criminal e poderão, se condenadas, pegar pena de 1 a 3 anos de detenção. Além disso, a multa administrativa é de R$ 700,00 a R$ 100.000,00, mais R$ 20,00 por quilo do pescado irregular. Com informações da assessoria de imprensa da PMA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here