OUÇA: Depois de pronto Aquário será administrado pela empresa Catarata.

Campo Grande(MS) – A Construtora Maksoud Rahe e Tecfasa Brasil Soluções em Eficiência Energética  devem  assumir o Aquário do Pantanal, em Campo Grande. Os dois avisos de contratação, que somam R$ 38 milhões, e  700 mil  foram anunciados na nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial do Estado. Sem licitação, as contratações só foram possíveis diante de um acordo do Executivo estadual com o Ministério Público  e Tribunal de Contas. A primeira empresa vai tocar a obra principal de conclusão por R$ 27 Milhões 569 mil  e, a segunda, responsável por serviços remanescentes do sistema de suporte à vida do Aquário, terá um contrato de R$ 11 milhões e 204 mil .As duas empresas constam com sede em Campo Grande.  O prazo para o término da obra deve ser de dez meses após a assinatura do contrato, portanto ainda em 2018.

O valor estipulado no acordo, e que já está em caixa, prevê  as áreas abertas à visitação.  Os  laboratórios e demais setores de pesquisa devem demorar mais para ficarem prontos. Se fosse incluir todos os detalhes do projeto inicial, governo teria de desembolsar R$ 60 milhões de Reais. O governador Reinaldo Azambuja, comenta a retomada da obra do Aquário..

Parte do recurso para terminar a obra do Aquário deve sair da compensação ambiental a ser liberado pela Assembleia Legislativa.

O custo do Aquário era de  R$ 84 milhões,  e  agora estimado em  R$ 230 milhões. A obra foi subempreitada em 2014 para a Proteco – investigada na Operação Lama Asfáltica – e, dois anos depois, reassumida pela Egelte Engenharia, a vencedora a licitação. Depois de várias paralisações, o governo rompeu em 22 de novembro de 2017 o contrato com a Egelte, porque o valor inicial da obra  foi  aditado em 25% (limite previsto em licitações). A segunda colocada na licitação, Travassos e Azevedo, recusou assumir o serviço. O governo anunciou no fim de 2017 ter R$ 37 milhões para concluir o Aquário do Pantanal. Para não deixar o projeto inconcluso, o governo estadual adaptou o projeto original, cortando custos.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here