OUÇA: Nioaque espera recurso para recuperar estradas e pontes prejudicadas pelas chuvas.

Campo Grande(MS) – Entre as cidades prejudicadas pelas chuvas que caíram em grande intensidade de Novembro a Fevereiro deste ano está Nioaque, a cidade mais antiga do Estado e com grande quantidade de Assentamentos, comunidades indígenas, Quilombolas, e diversas propriedades de fazendeiros. Dona Luzinete tem dois filhos e ela mora na fazenda Santa Teresa na região chamada de quilometro 47 ouvinte assídua de programa de Rádio, a moradora Luzinete Paula da Conceição Santos, diz que não tem como transportar mais de 20 alunos da fazenda para escola de Assentamento distante ´50 quilômetros da Santa Tereza. Ela reconhece a situação de calamidade por toda a região e sugere que o prefeito, Valdir Junior, promova mutirão com os fazendeiros para  recuperar a área.

O prefeito Valdir Junior(PSDB), reconhece a extensão dos estragos causados pelas chuvas e a estrutura da secretaria de Obras para socorrer toda a região. Nioaque já teve situação de emergência aprovada pela coordenadoria da Defesa Civil do Estado e espera agora pela ajuda financeira do Ministério da Integração Nacional. O prefeito, destacou ainda que se tivesse ajuda de outras entidades, os problemas seriam  resolvidos. Somente em Nioaque são 11  assentamentos, que se tivesse a participação do INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, a situação seria diferente.

Ouça o  prefeito de Nioaque  Valdir Junior. Somente na região sudoeste, foram prejudicadas pelas chuvas as cidades de Jardim, Bela Vista, Porto Murtinho e Bonito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here