OUÇA: A cada hora, 503 mulheres são vitimas de violência no Brasil.

Campo Grande(MS) – Dia Internacional da Mulher foi de reflexão sobre os dados da violência no país. A convite da deputada Mara Caseiro  a representante da Comissão das Mulheres Advogadas da OAB/MS, Dora Waldon,  destacou na da casa de leis ,  índices alarmantes da violência doméstica; Mesmo sendo vítima  a mulher vive em clima de tensão com a liberdade do agressor .. Dora Waldon destaca ..

De acordo com a representante da OABSMS A cada dois minutos, cinco mulheres são espancadas. Um estupro ocorre a cada 11 minutos. A cada 1h30 ocorre um feminicídio. A cada hora, 503 mulheres sofrem violência. Uma em cada quatro mulheres disse em pesquisa que já se sentiu cerceada pelo parceiro e as mulheres de menor nível de escolaridade são as que mais sofrem. Dora Waldon afirma que a violência cometida contra a mulher é cultural.

Violência praticada contra mulher com deficiência vai amentar o tamanho da pena em um terço.  O Brasil,  avançou com a Lei Maria da Penha, a Lei do Feminicídio.  Em Mato Grosso do Sul a primeira Casa da Mulher Brasileira.

Mato Grosso do Sul é o estado com maior taxa de mulheres vítimas de violência sexual, física ou psicológica que buscam atendimento em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo o Mapa da Violência 2015 –Para quem deseja denunciar violências ou buscar ajuda, a Casa da Mulher Brasileira está situada na Rua Brasília, s/nº, Jardim Imá, em frente ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. Para informações ligue (67) 3304-7559 ou o disque-denúncia é pelo número 180, com ligação gratuita e garantia de anonimato.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here