Reinaldo cobra União mais vez sobre investimento na fronteira.

 Campo Grande(MS) – O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB),  destacou durante a solenidade de  formatura do curso de Aperfeiçoamento de Oficiais,  para Habilitar as Promoções de Capitão para Major, na  manhã desta sexta-feira (13/04),  mais  uma vez a  falta de investimentos federais na área de segurança pública do Estado de Mato Grosso do Sul. “Quem cuida da fronteira é o Departamento de Operações de Fronteira (DOF), a ausência das forças federais é nítida”, reafirmou o líder do Executivo.

Azambuja já adiantou que não vai mais à Brasília discutir assuntos da fronteira se não tiver definição de destinação de recursos para o Estado. “Não vou mais pra discutir reunião da outra reunião”, disse ele ao reclamar da falta de reconhecimento dos estados que, diferente do Rio de Janeiro, conseguiram superar a crise. “Quem faz o dever de casa merece o devido tratamento. O Brasil não se resume  somente no Rio de Janeiro”, reclamou ao denunciar sobre investimentos que foram centralizados  no estado carioca. “O recurso é do povo brasileiro e não de um estado só”, reforçou.

Na ocasião, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira também pediu atenção e cobrou a celeridade nos investimentos. Videira disse que se reuniu,  com o ministro de Segurança, Raul Jungmann para tratar do assunto. O líder do Executivo relembrou dos avanços na segurança do Estado declarando que os índices de violência diminuíram e também salientou a importância de cursos que valorizam a polícia e promovem a melhoria do desempenho de profissionais. Com Informações da Assessoria de imprensa do Governo

Da redação

Foto  Francisco Ribeiro

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here