OUÇA: Bancada do MDB deixa base de Reinaldo e diz vota projeto de cunho coletivo.

Campo Grande(MS) – Os sete deputados do MDB anunciaram  durante sessão da Assembleia Legislativa, que não fazem mais parte da base do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), que vai concorrer a reeleição. André Puccinelli é o pré-candidato pelo MDB. O anúncio foi feito pelo deputado Eduardo Rocha (MDB), líder do partido na Assembleia.

A decisão saiu depois de reunião na segunda feira na casa do deputado Renato Câmara (MDB), com a presença do senador Waldemir Moka (MDB) e de Puccinelli. Antonieta Amorim, George Takimoto, o presidente da Casa de Leis, Junior Mochi, Paulo Siufi, Eduardo Rocha, Marcio Fernandes e Renato Câmara são os deputados da legenda na Assembleia e que deixam a base do governador.

Enquanto os emedebistas falavam sobre a decisão com a imprensa, no plenário o tema era outro, ausência de deputados para aprovar os projetos.  Paulo Correia falou em Obstrução do MDB.Eduardo Rocha Lider do MDB, rebateu..

O projeto em questão havia sido retirado de votação, segundo o presidente da Assembleia Junior Mochi.  Correia questionou então obstrução da bancada do PT . João Grandão líder do partido reagiu. Paulo Siufi e Pedro Kemp acusaram os tucanos de prejudicarem  as votações. O líder do governo deputado Rinaldo Modesto, respondeu . Depois das cobranças os projetos passaram a ser apreciados por todas as bancadas partidárias. Ouça a reportagem da Rádiowebms.

 

João Flores Junior

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here