Paralisação de motoristas prejudica agenda de presidenciável em MS.

Campo Grande(MS)  – A informação foi anunciada  através de nota. O motivo maior seria a greve dos caminhoneiros que ocorre em todo o Brasil desde a segunda-feira dia 21 de Maio.

Pré-candidato à presidência e ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) cancelou sua vinda a Mato Grosso do Sul. Ele desembarcaria em Campo Grande no sábado (26/5) para participar do fórum do partido.

“Tendo em vista a greve dos caminhoneiros que comprometeu seriamente o suprimento de combustíveis do país, acarretando grandes dificuldades para o deslocamento de pessoas e transporte de mercadorias, os Diretórios Nacional e Estadual do PSDB decidiram adiar a visita”, diz trecho do material. O partido diz que vai aguardar o fim das negociações entre caminhoneiros e governo para, “no mais breve espaço de tempo”, cumprir a agenda agora alterada. Além de Campo Grande, o político cumpriria agenda em Corumbá, onde ocorre o Festival América do Sul.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here