Cheia provoca situação de emergência em Corumbá.

Campo Grande(MS) – Governo de Mato Grosso do Sul decretou ontem situação de emergência em Corumbá, por conta da cheia no rio Paraguai, que afetou 2,5 mil ribeirinhos e causou prejuízos econômicos estimados pela Embrapa Pantanal em R$ 5 milhões. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Com o decreto, contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas a reconstrução dos cenários atingidos pelas inundações ficam dispensados de licitação pelo prazo de 180 dias.

A  Coordenadoria Estadual de Defesa Civil está autorizada a mobilizar os órgãos estaduais para atuar nas ações de resposta, reabilitação e reconstrução. Os agentes também podem entrar nas residências para prestar socorro aos moradores ou determinar evacuação da casa.

Segundo o  coordenador da Defesa Civil de Corumbá, tenente Isaque, a situação de emergência em áreas urbanas e rurais do município foi reconhecida pelo Estado e pela União. Atualmente, o nível do Rio Paraguai está estabilizado em 5,26 metros acima do considerado normal, que é de 2,02 metros. O ápice da cheia foi registrado no dia 13 de junho, quando nível das águas atingiram 5,35 metros, segundo dados da Defesa Civil.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here