Ouça; Thays queria terminar relacionamento por causa de mulher, e se defendeu.

Campo Grande(MS) – Thays Errobidart da Silva, 19 anos, foi presa por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos na tarde de quarta-feira(04/07)  em Campo Grande, suspeita de matar a facadas e congelar o corpo de Vanderley de Souza, 73 anos, no distrito de Cipolândia, próximo a Aquidauana. A acusada prestou depoimento ao delegado. Eder Oliveira Moraes, na manhã de quinta feira(06/07) em Aquidauana. Thays disse que conhecia Vanderlei desde 2010  quando ele era casado  e morava em Anastácio. E que ela o irmão e a mãe sempre usavam a bicicleta do morto para atividades. Quando tinha 12 anos Thays teria ido na casa da vitima devolver a bicicleta e deve de ficar na casa dele por causa de chuva, e Vanderlei havia se separado da Esposa. E que teria sido abusada sexualmente pelo Homem.

Depois disso, Thays e o Vanderlei começaram a ter um caso Afetivo. A mulher contou que no inicio chegou e ter raiva do abusador mas depois começou a ser bancada por ele. Ela não confirma se  família sabia do caso.  Thays foi para Campo Grande e depois para  Dourados para continua estudos .Em  Dourados, a mulher se endividou  e foi socorrida financeiramente por Vanderlei, e  nesta  ocasião ele já estava morando no Distrito de Cipolândia.

Thays ia para Sipolândia duas vezes ao mês e usava carro locado ou emprestado e raramente usava ônibus. No  dia 30 de Março, passado Thays usou om Ônix de cor Prata para visitar Vanderlei e até preparou um jantar para os dois. Foi quando Vanderlei disse que estava aborrecido com a amada. Por causa de traição de Thays com outra Mulher.

Naquela Noite Vanderlei queria assistir uma partida de Futebol pela Televisão e pediu que Thays ficasse no quanto e ele  na sala. Thays disse que em dado momento homem apareceu no quarto onde ela dormia com dias facas nas mãos. E os dois começaram uma discussão e depois entraram em luta corporal. Ninguém ouviu os gritos de socorro de Thays.

A policia confirmou sete facadas desferida na vítima,   depois de matar o Homem Thays colocou o corpo de Vanderlei no freezer.E acusada teve o cuidado de pagar a conta de energia elétrica, para evitar mau cheiro. Depois do crime em maio  a mulher esteve em Cipolandia, e foi vista pelos vizinhos. Todos queriam saber do seu Vanderlei, Thays disse que a vitima estava em Campo Grande em tratamento medico. No mesmo dia a acusada levou documentos pessoais cartão de banco  um aparelho de televisão. O Delegado Eder Oliveira, confirma que Thays Errobidart da Silva, não é indiciada de Latrocínio e sim por Homicídio Qualificado, Ocultação de Cadáver, por furto. A acusada está presa em Anastácio e a denuncia será feita ao MPE e Thays está com prisão temporária decretada por 30 dias. Ouça a reportagem da Rádiowebms com colaboração do site O Pantaneiro.

Da redação

Foto Divulgação.

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here