Vereador perde mandato depois de mentir para ter seguro de carro em Caracól.

Campo Grande-(MS) – A noticia é confirmada pelo  vereador Douglas Vilalba (PPS),  presidente da câmara de vereadores da cidade, ele destaca que o processo de estelionato na cidade de Jardim acarretou em uma denúncia na Câmara. Os vereadores decidiram pela  cassação por seis votos a favor e três contra, de acordo com a parecer final da Comissão Processante 001/2018, que comprovou a quebra de decoro parlamentar do vereador.

Réu em um processo de estelionato e acusado de mentir e tentar induzir a polícia para receber indenização de seguro de um veículo, o vereador Paulo Sérgio Pucheta (PR), o Paulinho Pucheta, foi cassado pela Câmara Municipal de Caracol. Assume a vaga no legislativo agora o suplente Luiz Jarson (PR).

Ainda segundo o presidente da Câmara, quatro mandados de segurança foram impetrados pelo vereador cassado tentando reverter a situação, mas nenhum aceito. Com a confirmação da cassação e a comunicação à Justiça Eleitoral, o vereador está enquadrado como ficha suja e não pode concorrer a cargos eletivos pelo prazo de oito anos, nos termos da Lei da Ficha Limpa. Paulinho Pucheta alega que foi vítima de complô político na cidade e irá recorrer mais uma vez à decisão com um mandado de segurança.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here