OUÇA:Kemp diz que Lula será candidato preso ou solto e chama Moro de ” Louca”.

Campo Grande(MS) – Pedro Kemp(PT), lembrou na sessão de terça feira, 10 de Julho,  a briga Judicial que envolveu integrantes do poder Judiciário em relação  a concessão de  Habeas Curpus que foi expedida por um desembargador Favreto,  do Tribunal Regional Federal no fim de semana  que determinava a soltura imediata do ex presidente Lula,  da Prisão. O deputado disse que a medida mostrou a partidarização do Poder Judiciário do Brasil.

Kemp disse ainda que  o juiz Sérgio Moro que estava de férias  e nem coordena mais a Lava Jato, ligou  para a Policia Federal e determinou a não cumprir a determinação judicial.   O deputado disse que Sergio Moro não se conteve com a possibilidade de liberdade  do ex presidente. Kemp,  reconhece partidarização do Judiciário e que ele, não crê mais na justiça do Brasil.

O deputado Pedro Kemp disse ainda que Lula cresce nas pesquisas de intenção de votos, para presidência da república.  E que preso ou solto, Lula será candidato a presidente da Republica. Ouça a reportagem.

Em nota, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região informou que Moro, por ser citado como autoridade coautora no Habeas Corpus, entendeu que seria possível despachar no processo. O órgão acrescentou que se as partes se sentirem prejudicadas poderão recorrer.

Em entendimento da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), de 2008, diz que “o juiz, mesmo em férias não perde a jurisdição”. A coincidência é que o parecer se referia a um pedido de nulidade de atos do próprio Sergio Moro, então titular da 2ª Vara Federal de Curitiba, que despachou em férias em um processo referente a um brasileiro naturalizado, que estava preso no Centro de Detenção e Ressocialização (CDR) de Piraquara (PR).

João Flores Junior

Foto Marcos Alves/Agência O Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here