OUÇA: MPE investiga falta de ambulâncias Marcos diz que União faz barganha com dinheiro. da Saúde;

Campo Grande(MS) – A trigésima segunda  Promotoria de Justiça de Saúde Pública de Campo Grande instaurou inquérito civil para apurar a falta  de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo edital publicado no Diário Oficial do Ministério Público Estadual de sexta-feira, pela promotora de justiça Filomena Aparecida Depólito Fluminhan, são alvos de investigações a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e a Secretária de Estado de Saúde (SES).

O prefeito Marcos Trad confirma que quando assumiu a prefeitura com quatro veículos para o serviço de atendimento Móvel o Samu em  2017 , três estavam na oficina e uma rodando. Marcos Trad denuncia que no momento todas as demandas acontecem através de  favorecimento Político. O investimento no levantamento do Hospital do Trauma por parte da prefeitura foi de mais de R$ 4 milhões  e  ainda precisa de R$ 6 milhões para começar a funcionar. O Custeio é de R$ 10 milhões por mês sendo, R$ 4 milhões da prefeitura e Governo do Estado e mais os  R$ 6 milhões da União. O Trauma foi inaugurado em Abril deste ano e teve a presença do Ministro da Saúde Ricardo Barros.

As declarações do prefeito Marcos Trad foram feitas ao programa Tribuna Livre ds FM capital, 95,9 MHZ, na quinta feira dia 12 de Julho.

João Flores Junior

Foto Radiowebms;

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here