OUÇA: Estado não vai investir em obra sob suspeição, adverte Reinaldo.

Campo Grande(MS) – Planejado  como  maior viveiro de água doce do mundo, o Centro de Pesquisa e de Reabilitação da Ictiofauna Pantaneira de Mato Grosso do Sul, o Aquário do Pantanal,  está parado  esperando uma decisão da Justiça  e o  governo do Estado que   no momento não tem como tocar  o empreendimento,  que em  2015,  já havia consumido mais de R$ 200 milhões. Quando foi anunciada pelo ex  governador André Puccineli,  o Aquário deveria custar R$  85 milhões . O Estado anunciou   R$ 38 milhões 774 mil  para terminar a obra. Dados  da  Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) anexadas a processo relativo à Egelte Engenharia – que começou a construção em 2011  revelam que o custo real para concluir  o Aquário é de e R$ 71 milhões .481 mil.  Uma  Perícia que deve ser feita nos próximos dias  pode trazer  valores ainda maiores.

O governador Reinaldo Azambuja reafirmou na manhã de terça feira que o Estado não vai investir em obra que passa por suspeição e espera pela posição da Justiça O dinheiro da compensação ambiental está depositado em conta,   Para o governador a  obra do Aquário foi mal  concebida. A  Rádiowebms ouviu o governador de Mato Grosso do Su, Reinaldo Azambuja.

João Flores  Junior

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here