Jornalista é encontrado morto dentro de casa, policia crê em morte natural.

Campo Grande(MS) – Santana também era advogado ele foi encontrado morto na tarde desta quinta-feira (6/09), em casa  na Rua Cedro, no bairro Cabreúva, em Campo Grande. E de acordo com o  delegado, responsável pela ocorrência,   Enilton Zalla, Rui estava morto a mais de uma semana. A descoberta foi o cheiro forte que saia da residência e incomodava os vizinhos que acionaram os Bombeiros e a policia.

No local, foi verificado que o corpo de Rui estava caído ao lado de um colchão na sala em estado avançado de decomposição. As primeiras informações são de que o corpo não apresentava nenhum sinal de violência, o que pode indicar que o advogado morreu de causas naturais. O corpo foi transladado para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) onde passará por necropsia, exame que revelará a real causa da morte.  Rui foi diretor de comunicação na gestão do governo de Garcia Neto, antes da divisão de Mato Grosso, que criou Mato Grosso do Sul.

Na época, o jornalista chegou a ser acusado de ter envolvimento direto com a morte do também assessor do governo Levy Campanhã. Rui chegou a ser preso e o fato gerou grande repercussão em todo o Estado. Ele passou ainda  pelo Jornal  Diário da Serra,  fechado no fim da década de 1990,  e ultimamente escrevia  artigos públicos em diversos veículos de comunicação. A Policia não informou se Santa tem parentes.

Da Redação.

Foto Divulgação.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here