Duas mulheres foram mortas com tiros nas nucas, na fronteira com Paraguai.

Campo Grande(MS)  – Os corpos foram encontrados em um lixão em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.  As mortas são, Eliza Aparecida Villagra, 19, e a adolescente Raquel Chamorro, 16, as duas de nacionalidade paraguaia. Segundo as  policiais paraguaios, as duas foram mortas com tiros na nuca, disparados de curta distância, o que confirma a execução.

Os assassinos ainda tentaram atear fogo nos corpos, encontrados  ás  6h desta quarta-feira (17) no bairro Santa Ana. Elas moravam juntas em Pedro Juan, segundo moradores da cidade. Uma das vítimas, Eliza Vilagra, tinha sido presa em julho deste ano junto com outras três pessoas na casa onde foi encontrada a caminhonete Toyota Hilux preta, roubada dois dias antes do vereador Idenor Machado (DEM), em Dourados.

Na casa, além da caminhonete, os policiais paraguaios encontraram quatro motos, um revólver calibre 38, munições e aparelhos eletrônicos. O chefe da quadrilha era o brasileiro Renê Pimentel, 21. O brasileiro, Eliza e outra paraguaia identificada Monica Colman Rivas, 26, foram presos em flagrante, mas as mulheres ganharam liberdade em seguida. Agora a polícia investiga se a dupla execução desta quarta tem ligação com as quadrilhas de receptadores de carros roubados.  Com informações do Porã News.

Da redação

Foto; Rede Social.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here