Bancada e senadores querem oficializar obra de Ponte entre MS e Paraguai.

Campo Grande(MS) – Em reunião na sede da PRF  Polícia Rodoviária Federal, em Campo Grande, o ministro da SEGOV, Carlos Marun, tratou sobre ações do acordo entre Brasil e Paraguai, para a construção da ponte de ligação entre os países, que será construída na cidade de Porto Murtinho, obra que faz parte do “Desafio Chave de Ouro”.

O programa deve  acelerar a execução de obras e ações, a fim de que sejam entregues à população ou empreendidas ainda neste ano. O desafio contempla 20 ações distribuídas em todas as regiões do país, com orçamento médio de R$ 1 bilhão.

Deputados federais e senadores querem um termo oficial do Conselho de Itaipu para remanejamento de recursos para a construção da obra, porém o representante do governo federal voltou a afirmar que há um acordo entre os dois países para financiar a ponte integralmente. A expectativa de prazo para a  resposta é de 10 a 15 dias. E a movimentação  seja de  R$ 300 milhões”, disse Marun. Se celebrada dentro do prazo estipulado, que é novembro, a ponte só ficará pronta em quatro anos. A obra  vale  R$ 280 milhões e até o momento a bancada estadual conseguiu um terço do valor,  R$ 57 milhões que só poderiam ser liberados até o final deste ano.  A meta  da bancada é oficializar o termo de construção da ponte entre os países para poder remanejar as emendas em outras áreas. E  fazer  transferência de destinação para rodovias do Estado.

Ainda Dentro do programa Chave de Ouro,  do presidente Michel Temer (MDB) está prevista a construção de duas pontes no Estado. Além da ponte de Porto Murtinho, há R$ 9,5 milhões garantidos para a conclusão do Anel Viário de Campo Grande. Marin  afirmou que a ampliação do Aeroporto Internacional de Campo Grande deve entrar no pacote de obras do programa no próximo mês. Além dele, outros dois aeroportos do país devem receber melhorias. Somente o de campo Grande teria  R$ 50 milhões  em   obras ainda neste ano,  na área de embarque de passageiros.

Da redação

Foto Divulgação.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here