OUÇA: Enelvo faz apelo ao DENIT sobre perigos na BR 060 na Serra de Maracaju Nioaque

Campo Grande(MS) –  Sepultados no dia 29 de Novembro  em Dourados, a 233 km de Campo Grande, os corpos do caminhoneiro Cássio Alves, 34, e da mulher dele, Angela da Silva Rosa, 26. Os dois morreram em acidente envolvendo o caminhão carregado com adubo, no dia 28 de Novembro na BR-060, na Serra de Maracaju, no município de Nioaque. O casal seguia no caminhão carregado, quando na altura do km 15 saiu da pista e caiu no barranco. A Policia investiga as causas do acidente. Enelvo Felini (PSDB)  usou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária de quarta-feira (5), para cobrar providências do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Segundo ele, o trecho da BR-060 próximo a Nioaque – a 183 quilômetros de Campo Grande – necessita de melhorias urgentes. O local considerado perigoso..O deputado  disse ainda que em 80% dos acidentes tem como resultado mortes de diversas pessoas e questiona.

A comunidade já reclamou a redação da Rádiowebms sobre medidas que devem ser feitas para evitar que mais acidentes com mortes possam acontecer na área. Ouvimos o deputado Enelvo Felini.

João Flores Junior

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here