Governo Bolsonaro convoca sul-mato-grossense como secretário do Esporte

Campo Grande(MS) – Depois de  assumir o cargo como ministro da Cidadania, nesta quarta-feira (02.01), Osmar Terra apresentou os secretários especiais da nova pasta, que reúne os antigos ministérios do Desenvolvimento Social, do Esporte e da Cultura. General da reserva do Exército desde 2002, o corumbaense Marco Aurélio Vieira será o secretário especial do Esporte. Ele é o terceiro nome a ocupar pasta importante no governo de Jair Bolsonaro. Os ministros Luiz Henrique Mandetta e Tereza Cristina estão no primeiro escalão nas pastas da Saúde e Agricultura, respectivamente.

Lelo Coimbra comandará a Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, enquanto Henrique Medeiros Pires ficará à frente da Cultura. Tatiana Alvarenga será a secretária-executiva do Ministério da Cidadania.

Para Marco Aurélio Vieira, as três diferentes áreas terão pontos de convergência. “O esporte também cumpre um papel social e tem grande interação com a cultura em todas as civilizações. Nossa ideia é fazer com que o trabalho de sucesso até hoje realizado seja potencializado”, afirmou o futuro secretário, que também já foi atleta. Entre as prioridades, está o Bolsa Atleta – considerado o maior programa de patrocínio individual do mundo. “É uma conquista importante tanto para os profissionais da área como para a sociedade brasileira. Vamos aprimorá-lo trabalhando com racionalidade na captação e formação de atletas, bem como na atuação junto às federações e confederações. O envolvimento de todos é necessário para produzirmos mais resultados com menos custos”, reforçou, mencionando, ainda, que a Lei de Incentivo ao Esporte deverá ser potencializada.

O ministro Osmar Terra destacou o grande papel que a nova pasta terá diante da sociedade. “Vejo o Esporte e a Cultura como instrumentos poderosos de trazer a juventude, atuar em áreas mais violentas e proporcionar o desenvolvimento humano e social a grandes grupos que estão passando por situações difíceis”.

Experiência

O nome do general Marco Aurélio é conhecido no meio esportivo. Natural de Corumbá (MS), o militar foi diretor-executivo de Operações dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, além de ter participado do planejamento e da execução do revezamento da tocha olímpica pelas cinco regiões brasileiras. “Tivemos contato com 329 prefeitos e vi de perto a situação de cada município, principalmente os do interior. Esta experiência traz um conhecimento importante para o nosso trabalho, principalmente no esporte de base”, apontou.Professor de educação física, o general é paraquedista e foi técnico de pentatlo moderno, além de ter sido atleta de natação e de polo aquático. Na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), foi considerado, em 1973, um dos melhores atletas. Atualmente, é consultor em organização e segurança de eventos esportivos. Com informações do Esporte MS

Da redação

Foto Divulgação Assessoria.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here