OUÇA: Doença mental vira epidemia entre policiais, 47 se mataram entre 1999 a 2018

Campo Grande(MS) – Com vergonha de pedir ajuda, muitos agentes, praças, oficiais e inspetores das mais diversas instituições ligadas ao braço armado do  Brasil  não conseguem vencer o mal sozinhos e acabam se matando. Mais de  40 pessoas foram entrevistadas entre policiais militares, civis e federais, servidores do Corpo de Bombeiros e inspetores da Polícia Rodoviária Federal, psicólogos e psiquiatras a  ideia é  indicar serviços de ajuda disponíveis. Mais do que isso: chamar a atenção do poder público para o mal que atinge integrantes das corporações brasileiras e 320 milhões de pessoas no planeta.

Entre 1999 e 2018, cometeram suicídio, 47 agentes e delegados da Polícia Federal. Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, são 5 mil e  800  suicídios a cada grupo de 100 mil habitantes. Somente na PF, a média sobe para 36,7. No mundo, 14 pessoas se matam a cada 100 mil, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A situação preocupa Flávio Wenerck presidente do sindicato dos Policiais Federais, de Brasília, ele justifica que o trabalho do Policial é estressante

Estresse, desestímulo, jornada excessiva de trabalho e perseguição eram queixas presentes nos discursos de agentes e delegados da corporação que decidiram colocar um ponto-final à própria existência. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) publicada em outubro de 2016, intitulada Expectativa de Vida do Policial Rodoviário Federal, do Policial Federal e do Policial Civil do Distrito Federal, traz dados alarmantes sobre o estado mental dos homens e das mulheres responsáveis por zelar pela integridade dos cidadãos brasileiros. Flavio Werneck complementa

Quase 95% dos 40  entrevistados disseram ter estresse ocupacional, sendo 39% em grau elevado. Nas três forças mencionadas, 36% alegaram sofrer de algum tipo de doença mental. Ao considerar apenas o recorte da Polícia Civil do DF, esse índice sobe para 42%. Com Informações da Federação Nacional dos Policiais Federais

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here