Já são 37 mortos e novos acidentes podem acontecer em, Brumadinho

A quantidade de mortos por causa do rompimento de uma barragem em Brunadinho (MG) subiu para 37,    segundo o Corpo de Bombeiros , acrescentando que 192 pessoas foram resgatadas. Não foi divulgado o número atualizado de desaparecidos. No início da noite de sábado, a Vale, proprietária da barragem rompida, publicou uma lista de 253 funcionários, dentre próprios e terceirizados, que constavam como desaparecidos. As 05h30 de domingo,  houve acionamento de sirenes de alerta na cidade devido ao risco do rompimento de uma barragem de água na região, levando o Corpo de Bombeiros a realizar a retirada de moradores de determinadas áreas. Segundo o tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, o foco principal era em Parque das Cachoeiras, onde existem  25 casas, mas a retirada também ocorria em Córrego Feijão e Tejuco.

“A evacuação está acontecendo sem problemas para locais que, como eu disse, estão previstos no plano de emergência e o risco de rompimento dela continua”, disse o tenente. Imagens de TV  revelam barreiras  feitas na cidade, desviando pessoas de determinadas regiões e impedindo a passagem para  várias  áreas. Os trabalhos de busca de desaparecidos no rompimento da barragem de rejeitos foi suspenso no início da manhã do domingo, devido ao uso do efetivo na retirada das pessoas de áreas de risco pela possibilidade de rompimento da chamada barragem B6, de água .

Da redação

Foto Maurão Panda o Fotográfico/ Agência o Globo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here