OUÇA: Deputados se posicionam contra a Indústria da Multa em Mato Grosso do Sul

Campo Grande(MS) – A quantidade de multas emitidas por radares móveis, fixos e lombadas eletrônicas em Mato Grosso do Sul foi alvo de debates entre os deputados estaduais, na  sessão de quinta-feira (7), na Assembleia Legislativa. O assunto começou com o deputado João Henrique (PR), que prometeu lutar contra a “indústria da multa”

Na tribuna, ele disse que levantou dados do Ministério Público Estadual, que abriu inquérito para apurar fraudes nas multas de trânsito. E que um estudo  revela que  em um ano e 10 meses em que os radares de Campo Grande ficaram desligados, o número de mortes diminuiu 22%.O deputado Gerson Claro (PP), que já atuou como diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS), declarou que as mortes por acidentes de trânsito viraram epidemia.

Em Goiás o governador Ronaldo Caiado acabou com a instalação de radares e da indústria da Multa, a medida foi anunciada no dia 25 de Janeiro deste ano pelo próprio governador Caiado.

Para  Claro a instalação de radar precisa ser sinalizado e tem de ter estudo .O deputado João Henrique disse ainda que pretende enviar moção de congratulação ao governador Ronaldo Caiado  de Goiás pela iniciativa.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here