Ouça: Amor faz homem cometer loucura com cadáver de amada em Dois Irmãos

Campo Grande(MS) – A policia descobriu o motivo do  furto do corpo de Rosilei Potronieli, 37 anos, do  cemitério de Dois Irmãos do Buriti (MS). Segundo os  envolvidos no crime, tratava-se de um “pacto” feito anos antes entre a vítima e o ex-namorado dela o ex  policial militar José Gomes Rodrigues, de 57 anos. Em coletiva de imprensa  feita na  manhã de sexta-feira (15), a delegada Nelly Gomes dos Santos Macedo,  disse que o  pacto foi revelado  por Edson Maciel Gomes preso na quinta feira.  Edson contou que, a relação de Rosilei e José sempre foi conturbada. E em anos de  convivência foram registrados diversos boletins na polícia de ameaças, violência doméstica e até estupro. E ainda assim  prometeram serem sepultados próximos um do outro.

Edson primo está preso a disposição da justiça.

No dia 10 de fevereiro, Rosilei Potronieli foi morta a facadas  perto de a um  bar em Terenos. Naquela data, José estava preso por causa das  ameaças contra Rosilei. Ele foi liberado da delegacia no período da noite e ficou indignado ao saber que a mulher já havia sido sepultada. Embriagado e pensando no pacto que havia feito com a ex-namorada, José ligou para o Edson, o primo   “intimando”  o a  resolver um problema juntamente com ele em Dois Irmãos do Buriti.

Os dois saíram de Terenos e chegaram ao cemitério ainda bêbados. No local, Edson ficou sabendo das intenções do primo e disse que, até tentou recusar, mas, ficou com medo das ameaças do policial. Com a ajuda  de pás, eles retiraram o corpo da cova, colaram em um carrinho de mão quebrado e depois no porta malas do veículo que usavam. O corpo foi transladado  para uma chácara em Campo Grande, onde outra cova já havia sido aberta e preparada para receber a mulher.

Cova aberta na chácara de Jose Rodrigues onde ficou corpo de Rosielei

Na propriedade, moram as filhas de José. Elas ficaram sabendo do plano assim que o pai chegou na chácara, mas, se recusaram a ajudar e se trancaram em casa. O cadáver depois de removido do cemitério, deve passar por nova pericia, o Delegado  Marcio Shiro Obara, informa.

A delegada conversou com o policial Jose Rodrigues  por telefone. Ele confirmou  relacionamento com Rosilei, mas negou o crime. Já o primo, Edson Maciel Gomes está na delegacia à disposição da Justiça. O Militar se não se apresentar pode ter a prisão decretada. Tanto  Edson quanto Jose serão processados por subtração de Cadáver. A policia vai ouvir os familiares do Jose Rodrigues. Ouça a reportagem da Rádiowebms.

 

João Flores Junior

Foto Gazeta Aquidauana

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here