OUÇA: Polícias respondem ao PCC e dois morrem na operação Petra em Maracaju

Campo Grande(MS) – A Operação Petra, em Maracaju na  sexta-feira cumpriu  20 mandados de prisão. E dois homens suspeitos de envolvido na execução do policial militar Juciel Rocha Professor foram mortos em confronto com a polícia.  A ação  foi resposta ao Primeiro Comando da Capital, os policiais promoveram a operação também em  Itaporã, a 227 da Capital. O trabalho das forças policiais foi para dar uma resposta a fracção criminosa depois da a morte do policial militar Juciel Rocha Professor, executado com vários tiros na cabeça numa lanchonete do município. Conforme o Ministério Público Estadual, as investigações confirmam que o crime ocorreu por vingança de integrantes da facção pela atuação “firme e corajosa” do PM no enfrentamento ao crime organizado. O Delegado Amilcar Romero, confirma.

Em Maracaju foram  18 mandados de busca e apreensão e três de prisão. Os nomes dos detidos não foram anunciados. Entre os presos, uma  mulher de 33 anos, flagrada com cocaína.  Os que  morreram em trocas de tiros com a PM, são,  Fábio Pereira e Romário de Souza Silva, de 25 anos, o “Terrorista”. A Polícia Militar apreendeu 31 munições  de  calibres 762, 22, 357, 44 e 765 – porções de maconha, pasta base e cocaína  e mais  uma pistola calibre 22 e um calibre 765. Foram encontradas balanças de precisão, celulares, anotações, pen drive e até um HD externo. A  Polícia Civil apreendeu  dinheiro, um revólver calibre 32, porções de maconha, pasta base, cocaína e crack.

Participaram da Operação Petra,   as policiais Militar, Civil, Polícia Rodoviária Federal, Bope, Batalhão de Operações Policiais Especiais, Batalhão de Choque e agentes do Gaeco,  Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado. Ouça a reportagem da Rádiowebms

João Flores Junior

Foto Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here