OUÇA: Quem filmar vítimas de sinistros e não ajudar será acusado de crime de omissão de socorro

Campo Grande(MS) – A imagem da vendedora Leiliane Rafael da Silva socorrendo o motorista do caminhão envolvido no acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci viralizou na internet. Isso porque enquanto a mulher tentava salvar a vida do caminhoneiro, alguns homens ao redor preocupavam-se  em filmar a cena. Além de moralmente reprovável, a simples indiferença dos transeuntes já seria suscetível de apuração do cometimento do crime de omissão de socorro previsto no artigo 135 do Código Penal (pena de detenção de um a seis meses, ou multa).

No entanto, deve começar a tramitar nesta semana no Congresso um projeto  de lei que eleva em até o triplo a pena de detenção em casos de omissão nos quais  a pessoa optou por filmar ou fotografar a ocorrência. De acordo com o texto, apresentado pelo deputado federal Fábio Trad (PSD-MS) a sanção seria aumentada pela metade se a omissão resultar em lesão corporal de natureza grave; e triplicada em caso de morte da vítima.

Fábio Trad destaca seu projeto na rede social Trad  comenta  o caso que envolveu Leileiane Rafael da Silva quando socorria  o motorista do caminhão envolvido no acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto Ronaldo Quattrucci viralizou na internet.As declarações do deputado Fábio Trad foram feitas pela rede mundial de computadores.

Da redação

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here