OUÇA: Longen diz que projetos investigados pela Federal passaram por auditoria do TCU e CGU

Campo Grande(MS) – A direção da  Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul (Fiems) apontou que a operação Fantoche, da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (18) teve como alvo projetos executados de 2010 a 2013. Em Mato Grosso do Sul, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, um deles na sede da federação e o outro, em um prédio residencial em frente ao Shopping Campo Grande. Entre os eventos de um total de 11   investigados  pela Polícia Federal está o Bonecos do Mundo, que deu nome à operação da PF e teve duas edições em Campo Grande. A última edição foi em 2013, em comemoração ao aniversário da Capital. Na ocasião, o evento reuniu 13 espetáculos inéditos, encenados por 11 companhias nacionais e internacionais, como Rússia, Coreia, Itália, Japão, EUA e Peru.  O presidente da Fiems, Sérgio Longen, concedeu entrevista e destacou os projetos.

E ainda Arte no Canteiro com 33 canteiros de obras em 9 cidades na primeira etapa  e que beneficiou 3 mil e  500 trabalhadores e em 11 canteiros de obras em 4  cidades na segunda etapa e atendeu 1.280 trabalhadores, os temas são  relacionados  a segurança do Trabalho; Todos os projetos foram contratados através de Licitação aberta. Longen anuncia.

Sérgio disse ainda que  a entidade tem interesse em esclarecer todas as dúvidas A Rádiowebms ouviu o presidente da Federação das Industrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Longen

João Flores Junior

Foto Rádiowebms.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here