OUÇA: Brasileiro troca consultórios médicos por sites de busca na hora de cuidar da saúde

Campo Grande (MS)-  Pesquisa realizada pela Google, que ouviu 1.500 voluntários, revelou que é cada vez mais comum entre os brasileiros a busca por sintomas e remédios na web. E é justamente a praticidade da rede que tem levado os internautas a uma prática cada vez mais comum, o de autodiagnóstico e automedicação com base em pesquisas na rede mundial de computadores. Fabiana Mesquita reconhece que prefere buscar na internet as principais informações para sua saúde.

SONORA

Não é à toa que 32% dos os brasileiros pesquisados declararam que precisam estar muito doentes para consultar um médico.  A dificuldade de acesso a especialistas do SUS e dependência da rede pública de saúde fazem com que o Google seja um dos maiores aliados na procura por sintomas e tratamentos: a cada 20 pesquisas realizadas na plataforma de buscas, 1 é relacionada à saúde.

O hábito de pesquisar doenças e receitas, por conta própria, pode ser muito prejudicial à saúde, alerta a infectologista Andréa Magalhães.

SONORA

Na falta de um médico, o Google é a principal fonte de informação: 26% dos entrevistados recorrem à plataforma para pesquisar sintomas, resultados de exames e tratamentos. A maioria dessas pesquisas, 80%, são feitas diretamente do celular. Ainda de acordo com o levantamento 97% das buscas relacionadas à saúde são feitas quando já existe um sintoma ou doença. Somente 1% está relacionada à prevenção. Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here