OUÇA: Reinaldo vai pedir mudança de lei de licitação que prejudica obra

Campo Grande(MS) – A Ajota Engenharia e Construção Ltda, vencedora da concorrência para a reforma do Ginásio Guanandizão, alegou problemas financeiros e pediu a rescisão do contrato com a prefeitura de Campo Grande. O contrato com a prefeitura foi fixado em R$ 1. Milhão 881 mil .538,29, recurso repassado pelo governo do Estado, via Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte). A ordem de serviço para a reforma e adequação do ginásio foi assinada no fim de janeiro deste ano, quando o diretor-presidente da Fundação Municipal de Esporte (Funesp), Rodrigo Terra, estimou a reinauguração para 30 de novembro. Depois de  a paralisação das obras, o titular da pasta admitiu que a previsão deve ser revista. Agora a prefeitura pode chamar a empresa que ficou em segundo lugar que também pode desistir do contrato

O governador Reinaldo Azambuja disse que o Poder Público não tem como punir as empresas que desistem de fazer a obra e cita o exemplo de uma benfeitoria que seria realizada em estrada de acesso à Bonito.Para o governador Reinaldo é preciso mudar a lei de licitação do mais rápido Possível.

João Flores Junior

Foto Divulgação.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here