Veja: Segurança usa de truculência para tirar salgado de acadêmico na UFMS e revolta

Campo Grande(MS) – Mudança no setor de venda de alimentos no campus de Campo Grande da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) acabou  confusão na manhã desta quarta-feira. Alunos que vendiam salgados durante o intervalo  das aulas foram coagidos pelos seguranças da instituição. Houve bate-boca e o alimento foi pisoteado na tentativa de apreensão. A ação foi considerada arbitrária pelos estudantes. E bombou na rede social.  Aluno do curso de ciências sociais, Haricson Freitas, 19 anos, foi um dos alvos da ação. Segundo ele, a venda de salgados por parte dos alunos surgiu depois do fechamento da cantina da unidade 6, há  de dois anos. “É cobrada uma taxa simbólica pelos salgados, variando de R$ 1 a R$ 3, preço menor dos que os itens vendidos nos quiosques.    Na quarta feira  ao realizar a venda, eles foram abordados pelos seguranças da Rondai, empresa terceirizada responsável pela segurança da instituição, alegando que eles precisavam participar de licitação para comercializar os salgados. “Eu disse que conhecia a regra, todavia essa não era a situação e pedi pra ele chamar o supervisor dele que eu me explicava. Passando alguns minutos, chegou já o camburão da segurança, dois seguranças terceirizados, um segurança da UFMS e o técnico administrativo da segurança”, relata Haricson.

Se alimentar na UFMS tem sido um problema não só pelas poucas opções de lanchonete. A qualidade da comida fornecida pelo Restaurante Universitário também é alvo de críticas. No último sábado, alguns alunos que se alimentaram no local relataram problemas intestinais. Denúncia foi registrada na Ouvidoria da instituição.

A direção da UFMS expediu nota repudiando a violência cometida pelo segurança.

A UFMS repudia todo e qualquer ato de violência na Instituição. Em relação ao ocorrido, imediatamente, iniciou-se a apuração dos fatos pela Pró-reitoria de Assuntos Estudantis. Até que a apuração seja concluída, o profissional terceirizado foi afastado da Unidade. A UFMS esclarece que o comércio ambulante é vedado dentro das instituições federais.”

Temos a acrescentar que com o objetivo de fortalecer a integração e o bem-estar da comunidade universitária, a UFMS está promovendo a modernização e a criação de novas áreas de convivência em toda a Universidade. Um novo processo de licitação está andamento. Na Cidade Universitária, espera-se com a nova licitação instalar cantinas nas proximidades da Unidade 6 e dos prédios da Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia (Faeng), da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (Famez) e da Secretaria Especial de Educação a Distância e Formação de Professores (Sedfor).

Da redação

Foto Rede Social.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here