OUÇA: Portaria do Ministério da Agricultura proíbe comercialização de vacinas de 5 ml

Campo Grande (MS)- Uma portaria do Ministério da Agricultura publicada nesta terça-feira, dia 02, proíbe a comercialização de vacina contra Aftosa de doses de 5 ml. O documento é uma resposta aos questionamentos das agências de defesa sobre a destinação dessas vacinas que estão em estoque nas revendas.

Segundo o Diretor Presidente da Iagro, Luciano Chiochetta, o comunicado cita um memorando anterior, que ajustava procedimentos de transição para redução da dose de 5 para 2 ml .

SONORA

O diretor não descarta a possibilidade de exceções.

SONORA

A portaria ainda orienta que qualquer vacina em estoque remanescente deverá ser recolhida pelo Sindan, cabendo à Iagro apenas o acompanhamento.

SONORA

Às revendas, Luciano orienta que em caso de dúvidas procurem os distribuidores ou laboratórios.

SONORA

A redução na dose diminui a possibilidade de reações nos animais (caroços, inchaço). Além disso, frascos menores, ocupam menos espaço, facilitando o transporte e reduzindo o custo de refrigeração.

A alteração da dosagem da vacina – hoje obrigatória em bovinos e bubalinos – e sua retirada definitiva em todo País fazem parte do Plano Estratégico 2017-2026 do Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA) que busca a mudança de status para ‘livre de febre aftosa sem vacinação’.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here