Ouça; Justiça suspende aumento Ilegal de vereadores de S. Gabriel, que daria R$150 mil

Campo Grande(MS) – A iniciativa que  favorece a população de São Gabriel é de Daniel Ribas, advogado residente em Dourados. Ele  já moveu ação popular contra uso de verba indenizatória contra vereadores de  Dourados,  Ponta Porã, Amambai,  Campo Grande. Em Antônio João, os vereadores foram processados por criação de cargos comissionados sem preenchimento de requisitos, em Angélica a medida judicial  é reajuste nos subsídios dos vereadores. Em Maracaju os vereadores da gestão passada também são questionados na justiça e devem  repor o que foi pago  de subsídios. Em Caracól ,Daniel Ribas questiona através de ação popular,  porque a prefeitura vendeu um imóvel com preço abaixo do mercado.

E no  início de Abril,  a Justiça de São  Gabriel Doeste  acatou ação judicial e determinou que os vereadores eleitos,  devolvam reajuste concedido em seus salários. Daniel Ribas, explica Caso os vereadores não acatem a decisão da  justiça, poderão pagar multa de R$  5 mil por dia e devolver o que receberam a mais. O reajuste foi de 6,46 %, parece pouco. Mas em quatro anos,  resulta em 150 mi. A justiça entendeu que o aumento foi ilegal e que o dinheiro pode ser usado em  favor da comunidade, de São Gabriel.

O  outro lado;  Os vereadores que reajustaram seus vencimentos de forma Ilegal  são,  Valdecir Malacarne, Fernando Rocha,  Rose Advogada, Ramão Gomes,  Luiz do Ferro Velho, Roberto Emiliani, Vagner  Trindade, Rosmar Alves,  Marcos Paz , Angelo Bahiano e  Rogério Rohr; Tentamos falar com o presidente do legislativo de São Gabriel Valdecir Malacarne. Ouça a reportagem da Rádiowebms.

João Flores Junior

Foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here