Ouça: Rota Bioceânica vai transformar MS em “hub” logístico da América do Sul

Campo Grande(MS) – Mato Grosso do Sul tende a se tornar o grande “hub” logístico da América do Sul com a passagem da Rota Bioceânica por Porto Murtinho. Um dos projetos que efetiva o corredor rodoviário pelo Estado é a construção da primeira ponte sobre o Rio Paraguai que vai unir o Brasil ao país vizinho pelas cidades de Murtinho e Carmelo Peralta. A obra será financiada pela Itaipu Binacional Paraguay. De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de MS, Jaime Verruck., Com a ativação da ponte; a alfândega, a rota bioceânica; a rota hidroviária; e funcionamento de quatro portos em Porto Murtinho, o estado terá  grande hub que vai concentrar toda a logística da América do Sul permitindo competitividade não só para Mato Grosso do Sul, mas também para a região Centro-Oeste do Brasil.

Com o plano de investimento financeiro para a construção da ponte já aprovado pela Itaipu Binacional, o governador Reinaldo Azambuja e o diretor-geral da multinacional paraguaia, José Alberto Alderete Rodriguez, se encontraram na terça-feira em Porto Murtinho,  para unir esforços em prol Rota Bioceânica. A obra tem custo estimado em US$ 75 milhões.

De acordo com o governador,  a produção sairá do País para o Chile, passando pelo Paraguai e Argentina.  Com isso, chegar aos portos chineses  terá  redução de 14 dias de transporte marítimo e redução de custo por container de mais de mil dólares.Com ações do Governo do Estado, Porto Murtinho tem se tornado um dos principais entrepostos comerciais de Mato Grosso do Sul.

Da redação

Foto; Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here