OUÇA: Estatuto do idoso completa 16 anos e ainda não é cumprido em sua totalidade.

Campo Grande(MS) – Defensor Público e integrante do Núcleo de  Defesa dos direitos dos Idosos, Iran Nascimento Cabrita de Santana,  confirma que 33% das  142 mil denuncias de violações feitas em 2017,  33  mil foram relacionadas  aos idosos. E geralmente as denuncias são relacionadas aos parentes que deveriam cuidar e zelar pela vida do idoso. O que resulta em situação de abandono. A Defensoria garante assistência a saúde do idoso.  E  qualquer denuncia contra o idoso deve  ser feita  para autoridade.  O Estatuto do idoso completou em junho 16 anos de existência. O Estatuto  diz que o idoso tem preferencia no atendimento preferencial.

A responsabilidade de cuidar do idoso é da família, e não do Estado.  O Defensor Iran Santana  disse que quando a família não tem condições de cuidar do idoso, deve procurar ajuda do Estado. Quando o idoso  não quer viver com os familiares,  deve ser assistido por  profissionais como cuidador de idoso. E em caso de abandono. Iran comenta ainda sobre  quando a família toma posse de cartão financeiro do idoso,  e gasta o dinheiro da aposentadoria e não assiste ao beneficiário?!. O Defensor público adverte.

Em caso de Herança, a família deve prestar contas do bem administrado. Quem maltrata ou abandona  idoso está ao rigor da lei. Hoje o crime mais comum contra idoso aposentado é  o  chamado empréstimo consignado..

As declarações do Defensor Público e integrante do Núcleo de  Defesa dos direitos dos Idosos, Iran Nascimento Cabrita de Santana, foram feitas a TV Morena.

Da redação

Foto: Agência Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here