OUÇA: Universidade ajuda na recuperação de pessoas com lesões medulares

Campo Grande(MS) – Universitários do  Primeiro ao  Sétimo  semestre do curso de Fisioterapia da Faculdade Estácio de Sá, de Campo Grande coordenados professor Leandro Hubner, participam já a  12 anos, do projeto de extensão Crelame, e atendem  pacientes com lesões medulares que na  maioria é   causada por acidentes de trânsito. Pacientes com  lesões do pescoço para baixo podem ser atendidos pelo projeto.

Pessoa que usa cadeira de roda também pode participar do projeto comunitário.

São traumas provocados por diversos acidentes, um deles pelo  mergulho em rio ou  Lago, ou ainda por moto, carro e outros que  comprometem a movimentação a partir do pescoço, O trabalho é para dar condições de readaptação e recupera os movimentos..

O projeto Crelame da Universidade já atendeu  mais de cem pessoas em mais de 12 anos de existência. E são cinco vagas para a assistência, o professor Hubner,  aconselha a comunidade a buscar pela ajuda no curso de fisioterapia, ele detalha  que muitas pessoas se isolam e não buscam ajuda..

De acordo com o coordenador do projeto Crelame, são cinco vagas disponíveis e as sessões são das 13 as  16 horas  duas vezes por semana,. Os interessados em buscar atendimento de fisioterapia devem ligar para a Universidade Estácio de Sá pelo telefone 3348 88 30, a partir das  15 horas.

João Flores Junior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here