Ouça: Deputados aprovam mudança no Estatuto dos profissionais da Educação.

Campo Grande(MS) – Projeto do  Poder Executivo, muda  Estatuto dos Profissionais da Educação Básica do Estado  pela Lei Complementar 87/2000).  Professores acompanharam a votação e  criticam a aprovação de dispositivos que tratam da remuneração dos servidores. Para o deputado Pedro Kemp (PT), o projeto do Executivo vai selecionar o profissional da Educação.Segundo o deputado Petista, o o projeto do Executivo é ilegal, porque reduz   salários. Atualmente são  11 mil professores são convocados e oito mil são efetivados.

Entre os professores presentes, o presidente e a vice-presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (FETEMS), Jaime Teixeira e Sueli Viega,  participaram do movimento contra a aprovação da proposta do Executivo. Jaime afirmou que a resposta à aprovação “virá nas eleições”. Já Sueli disse que “esse projeto reduz o salário dos professores convocados. E é impossível legalmente receber salários diferentes dentro de uma mesma função”. O Projeto de Lei recebeu parecer favorável na reunião de quarta feira  na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), sendo aprovada em primeira votação na sessão, a matéria segue para a segunda votação. Votaram contra a medida os dois deputados do PT Kemp e Cabi Almi  e o capitão Contar e o deputado Tucano, Rinaldo Modesto.

Da redação

Foto Luciana Nassar / Assessoria de Imprensa da AL.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here