Ouça: Pediatra não atende na periferia por medo da violência, anuncia médico

Campo Grande(MS) – A implementação de Unidade de Pronto Atendimento Pediátrico em Campo Grande   foi  debatida na Câmara Municipal,  na manhã de  quarta feira.  A discussão foi proposta pelo vereador Junior Longo e convocada pela Comissão Permanente de Saúde da Casa de Leis,  e ainda pelos vereadores Dr. Lívio (presidente), Enfermeira Cida Amaral (vice-presidente), Fritz, Dr. Wilson Sami e Veterinário Francisco. A reunião teve  representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Conselho Municipal de Saúde, médicos e outros profissionais da saúde para discutir a viabilidade dos centros pediátricos nas principais regiões da cidade.

Uma moradora disse da dificuldade para atendimento de sua filha e torce pela implantação de uma UPA pediátrica em Campo Grande.

O vereador Dr  Curi lembra que foi plantonista por mais de 30 anos no Coronel Antônino e conhece a realidade

Para o ex deputado, ex  vereador e  medico pediatra , Paulo Siufi, o  pediatra  tem um mercado valorizado e tem medo  da violência

Siufi lembra do funcionamento do hospital infantil que funcionou no hospital El Kadri, na Avenida Afonso Pena, na  administração do ex prefeito, Gilmar Olarte. Ainda segundo o medico Paulo  Siufi hoje no convenio Particular  uma criança espera no mínimo três horas para ser atendida na rede particular.

João Flores Junior

Foto Izaias Medeiros/ Assessoria Câmara de Vereadores de Campo Grande.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here