Estado derruba liminar e 16 mil servidores voltam a trabalhar por 8 horas

Campo Grande(MS) –  Em menos de  10 horas,  depois de o governo ser notificado, e recorrer, da decisão provisória que devolvia a um grupo de 16 mil servidores o direito de trabalhar 6h por dia, a liminar foi derrubada, em despacho do presidente do Tribunal de Justiça, Paschoal Carmello Leandro. No recurso apresentado pela Procuradoria Geral do Estado, e acatado, o argumento é de que desfazer a mudança para expediente de 8h implantada desde primeiro de julho provocaria “grave lesão à ordem administrativa e econômica”.

O governo conseguiu um mandado de suspensão de segurança, para que a liminar provisória fosse derrubada. Assim, os servidores que foram à Justiça, pelos  sindicatos, deem  a cumprir a carga horária prevista no estatuto da categoria, de 1990, e que havia sido alterada em 2004, no governo Zeca do PT, alegando economia nos gastos públicos.

Desde março – A alteração já estava prevista em decreto de 4 meses atrás. Ao divulgar nota pela manhã sobre o assunto, informando que havia sido notificado o governo observou que adiou o retorno ao expediente maior a pedido das lideranças sindicais dos servidores, “para que eles pudessem ter maior prazo de transição e readequação à nova rotina de trabalho”. A medida abrange aproximadamente 16 mil funcionários públicos ativos.//

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here