Acusado de falsificar documento de governador de Minas é preso em Corumbá

Corumbá (MS) – Policiais da 1ª Delegacia de Polícia Civil e Delegacia Regional de Corumbá prenderam na noite de ontem (7), em um barco hotel no Porto de Ladário, Luiz Gustavo Ferreira Lima, 37 anos, que teve a prisão decretada pelo juiz Nalbernard de Oliveira Bichara, da 2ª Vara Criminal de Montes Claros, em Minas Gerais.

Conforme o titular da DRP de Corumbá, delegado Alex Sandro Peixoto, o preso é acusado de praticar golpes pela internet, que somam mais de R$ 1 milhão em prejuízos para diversas empresas. “Para enganar as vítimas ele utilizava um e-mail falso e o nome de uma empresa de Minas Gerais, que é de propriedade do ex-governador”, explica.

Conforme informado pela Polícia Civil de Minas Gerais, o acusado chegou a falsificar uma identidade em nome do ex-governador mineiro, Newton Cardoso, para fazer compras de produtos agrícolas. Em uma das compras efetuadas em Pirapora, com a identidade falsa, o golpista causou um prejuízo de R$ 43 mil.

Utilizando o falso documento em nome do ex-governador de Minas Gerais, Luiz Gustavo aplicou diversos golpes também em uma empresa de Montes Claros, que atua no ramo de concreto e cimento.

No momento da prisão, o acusado estava num grupo de pescadores de Montes Claros, que vieram pescar no Pantanal Sul-Mato-Grossense. Ele está preso em Corumbá e será recambiado para Montes Claros, em Minas Gerais. Com informações da Assessoria de Imprensa da Delegacia Geral de Policia Civil

Da redação

foto Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here