OUÇA: Guaicurus começa a pagar parte de 5%, de ISS aprovado pelos vereadores

Campo Grande(MS) – Vereadores aprovaram na sessão de terça feira,08 de outubro,  projeto do Executivo que parcela a cobrança de 5% do Importo Sobre Serviços (ISS) ao consórcio Guaicurus   que faz  transporte coletivo da Capital. Com a proposta, a partir de 2020 a prefeitura passa a receber 1,5% do valor do imposto. O percentual dobra no ano seguinte e em 2022 chega ao valor total. Este ano a empresa tinha isenção total da tarifa. O  vereador João Rocha (PSDB), presidente da câmara de vereadores disse que a sessão  não analisava um possível aumento ou não da tarifa do transporte coletivo.

A medida  foi  aprovada com 21 votos favoráveis e seis contrários. Um dos parlamentares que defendeu a volta da cobrança,  não escalonada, foi o Vinícius Siqueira (DEM). Para o vereador, o projeto a continuaria com a isenção ao Consórcio, que pede equilíbrio Financeiro. Um estudo feito por um professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) à pedido do vereador informa que  seis anos de concessão a empresa teve um superávit de R$ 179. milhões 598 mil

Consórcio passou para Campo Grande R$ 20 milhões de contrapartida e o lucro excedente está dando R$ 180 milhões. Então tem espaço para pagar o ISS e não aumentar a tarifa.

Ouvimos o vereador  Vinicius  Siqueira.  O presidente da União Sul-Mato-Grossense dos Usuários do Sistema Integrado de Transporte Urbano e Estadual Rodoviário, Antônio Duarte, 57 anos, compareceu até a Câmara para solicitar que o projeto sobre a isenção do ISS não fosse votada. Segundo ele, os usuários não foram ouvidos para a elaboração do projeto.

Da redação

Foto Azaias Medeiros/ Assessoria da Imprensa da Câmara de vereadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here