Torre vai que vai melhorar sinal de comunicação no Pantanal é instalada

Campo Grande(MS) – Começou a ser instalada na quinta-feira, 24 de outubro na Serra do Amolar a nova torre que vai melhorar o sistema de comunicação via rádio da Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar (RPCSA), das empresas de navegação e dos navios da Marinha, assegurando   a ampliação da comunicação que se estenderá por 80 km na planície pantaneira, entre Corumbá (MS), Cáceres (MT) e a fronteira com a Bolívia.  A  inovação é fruto de uma parceria entre o Comando do 6° Distrito Naval – Marinha do Brasil, Instituto Homem Pantaneiro (IHP) – RPCSA e Grupo Miguéis de Turismo.
A torre será  usada pelos navios da Marinha, pela equipe de pesquisa e conservação do IHP e também por barcos-hotéis que trafegam na região, facilitando a comunicação com o porto, sobretudo em casos de emergência.
Os equipamentos de rádio foram fornecidos pelo Grupo Migueis, enquanto a instalação  é  feita por uma equipe técnica do IHP e com o apoio da Marinha, que também ficará com a parte da manutenção do equipamento. O apoio terrestre e acesso nas áreas da Serra do Amolar fica sob responsabilidade do IHP.
Aeronave do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste (EsqdHU-61) está apoiando no transporte do material da reserva da Acurizal até a Morraria de Arenito – localizada na Serra do Amolar para a instalação do equipamento. São 5 toneladas de material levados  para o morro, sendo 180 quilos de material por vez transportados pelo  helicóptero. com informações da Assessoria do Instituto Homem Pantaneiro.

Da redação

foto Divulgação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here