Famasul repudia rapidez na aprovação de pacote sem discussão com ruralistas

Campo Grande(MS) –  As entidades abaixo relacionadas repudiam a forma abrupta e obscura com que foi tramitado, nesta quarta-feira (13), na Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 283/2019, de autoria do Executivo.Contrariando o trâmite habitual de projetos dessa magnitude, a aprovação ocorreu em regime de urgência, sem a devida possibilidade de argumentação técnica das entidades que representam as cadeias produtivas da agropecuária, e que comprovaria a não necessidade de aumento do Fundersul.

O projeto hoje aprovado impacta negativamente toda a sociedade sul-mato-grossense e reflete o mais forte desrespeito ao setor agropecuário, um dos responsáveis pelo equilíbrio econômico do estado.

Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul)

ABPO (Associação Brasileira de Pecuária Orgânica de MS)

Ampasul (Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Algodão)

Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de MS)

Asumas (Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores)

Avimasul (Associação dos Integrados da Avicultura de MS)

MNP (Movimento Nacional dos Produtores)

Novilho Precoce-MS (Associação Sul-mato-grossense dos Produtores de Novilho Precoce)

Reflore/MS (Associação Sul-mato-grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas)

Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras no MS)

Da redação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here