Ouça: Governo paga três folhas em 30 dias e injeta mais de R$ 1 bilhão na economia

Campo Grande (MS) – Mais de R$ 1,4 bilhão será injetado na economia de Mato Grosso do Sul com o pagamento das três últimas folhas salariais do ano do funcionalismo público estadual, informou o governador Reinaldo Azambuja nesta segunda-feira (2). Em 30 dias serão depositados os salários de servidores ativos e inativos de novembro, dezembro e 13°.

Os salários de novembro serão enviados ao banco nesta terça-feira, 3 de dezembro, e estarão disponíveis para saque no dia 4. Já o 13° pagamento será depositado no dia 18 de dezembro, com disponibilidade para saque no dia 19. Por último, os salários de dezembro serão depositados em 3 de janeiro e estarão disponíveis nas contas no dia seguinte, 4 de janeiro.

Reinaldo Azambuja destacou a importância do anúncio do calendário. “Dá previsibilidade e organização para o servidor, que pode se planejar com os gastos de fim de ano”, afirmou. Ele ainda pontuou que o Governo de MS chega ao fim de 2019 cumprindo obrigações básicas, “diferente de 17 estados que enfrentam extremas dificuldades com o pagamento de salários”.

Tradicionalmente, o cronograma de pagamento do funcionalismo público estadual movimenta o comércio e o setor de serviços no fim de cada ano. Em 2019, por exemplo, o valor a ser pago pelo Estado, R$ 1,4 bilhão, supera em até três vezes o montante de R$ 537 milhões liberados das contas ativas e inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Desde que assumiu a gestão do Estado, em 2015, Reinaldo Azambuja tem cumprido compromisso de pagar o funcionalismo público até o 5° útil de cada mês. Também acompanharam o anúncio do calendário dos salários o secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Paulo Corrêa.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Da redação

Foto Francisco Ribeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here