Ouça: Prefeitos se unem contra extinção de cidades com menos de 5 mil moradores

Campo Grande(MS) – O governo federal quer reduzir o número de cidades existentes no país, ao propor ao Congresso uma regra que prevê a fusão de municípios. De acordo com a proposta entregue no dia 5 de novembro  pelo presidente Jair Bolsonaro aos parlamentares, municípios com menos de 5.000 habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total será incorporado pelo município vizinho. Isso equivale a 22,5% do total de 5.570 municípios brasileiros (incluindo o Distrito Federal).

 A  Firjan (federação das indústrias do Rio de Janeiro) divulgou estudo que mostra que uma em cada três cidades brasileiras não possui arrecadação própria suficiente para bancar sua estrutura administrativa (prefeitura e Câmara de Vereadores).Isso representa 1.856 cidades de um total de 5.337 que entregaram seus dados ao Tesouro Nacional em 2018.

Uma movimentação dos prefeitos acontece esta semana em Brasilia com a Confederação Nacional das cidades. O presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul , Assomasul, Pedro Caravina, se posicionou contra a iniciativa do Ministro da Economia Paulo Guedes. Os prefeitos devem se reunir para não perder o prazo de  mobilização. Pedro Caravina disse que a medida foi equivocada.

A Rádiowebms falou com o presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul, Assomasul, Pedro Caravina.

Da redação

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here