Ouça: Revogação da redução do preço do pedágio é injusta

Campo Grande(MS) –  Depois de comemorar  decisão da  Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)   que reduziu o  preço  de 53,94% do  pedágio na BR-163, o deputado Barbosinha (DEM)  lamentou a decisão judicial que revogou o desconto. A medida  foi anunciada na sexta feira da semana passada valeu para o sábado e no  domingo a concessionária CCr MS  Via,  conseguiu liminar no  Tribunal Regional Federal 1. CCR ganhou concessão em 2014 para investir por 30 anos nos 843 quilômetros que cortam o estado de Norte a Sul. O deputado Barbosinha comentou a decisão da Justiça

O deputado lembrou que o  contrato de concessão não é  cumprido,  e que,  além da duplicação há outras obras a serem feitas. Barbosa  calculou que um caminhão paga hoje  R$ 533 Reais  pedágio para cruzar o estado.Cabo Almi (PT) disse que a liminar que revogou a decisão da ANTT “é um desserviço”.

Professor Rinaldo (PSDB)  disse que   depois da   concessão ficamos ansiosos pela duplicação, que não aconteceu. Pagar o pedágio cheio é a mesma coisa da gente pagar por um produto e só receber em casa 17% dele. Lamentou  a decisão judicial.Ouça a reportagem da Rádiowebms.

Da redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here