Vagões descarrilam e mata professora em Corumbá

Campo GrandeMS) – Vagões de cargas de um trem que fazia manobras entre os bairros Centro América e Previsul, próximo ao hotel Farias, na avenida  Gaturama com a Rui Barbosa, descarrilaram e provocaram grave acidente no fim da tarde desta quarta-feira (04) em Corumbá. A composição seguia em direção ao Portal de Entrada e ao retornar para a cidade, houve o acidente. O carro (Fox cinza) da coordenadora pedagógica da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Elida Aparecida de Campos, foi arrastado e ficou destruído. A professora, de 44 anos, ficou presa nas ferragens e foi retirada, inconsciente, pela guarnição do Corpo de Bombeiros Militar que teve de usar ferramenta de corte. Ela foi levada para a Santa Casa e depois para o centro cirúrgico. A vítima, que apresentava forte inchaço abdominal, suspeita de hemorragia interna e diversos cortes nos braços, não resistiu e faleceu.

Dany Oliver mora na esquina onde o veículo parou após ser arrastado e contou o que presenciou. “Foi uma cena horrível, o vagão veio arrastando tudo, bateu em um poste, pegou mais um carro e uma moto. Ainda demos apoio à vítima, isolando a área até a chegada dos bombeiros e da PM. Do jeito que aconteceu achei até que poderia atingir a minha casa e o carro, porque descarrilou e tombou”,

Quatro dos seis vagões ainda seguiram pelo trilho e pararam a cerca de dois quilômetros do acidente, na rua Gonçalves Dias, entre a Luiz Feitosa Rodrigues e Firmo de Matos, no bairro Aeroporto. No total, os vagões que descarrilaram atingiram três carros e uma moto. Os ocupantes dos outros veículos sofreram escoriações leves, segundo os bombeiros.

A assessoria de imprensa da Rumo, concessionária da malha férrea, informou por meio de nota à imprensa, que “seis vagões da ferrovia boliviana se soltaram do terminal de transbordo de terceiros atingindo automóveis em uma passagem em nível. Os vagões estavam estacionados e não estavam atrelados a nenhum trem da concessionária. A empresa está  prestando apoio no atendimento e apurando as causas através de procedimento de investigação. O acidente matou  professora Elida de Campos. com informações do Diário Corumbaense.

Da redação

foto ;Anderson Gallo/ Diário Corumbaense

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here