Ouça: Consumidor que não tiver luz pública não vai pagar Cosip, sonho??!!

Campo Grande(MS) – É o que determina um Projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (5), que vai  obrigar a concessionária de energia de Mato Grosso do Sul,  a  Energisa, a realizar a cobrança da taxa de iluminação pública em fatura distinta do consumo mensal do serviço de energia. A proposta  do deputado Marçal Filho (PSDB), determina que a  concessionária pode gerar a cobrança no mesmo documento. O deputado orienta o  consumidor a conhecer cada valor  cobrado  de sua conta de energia.

O projeto, se aprovado, determina que, ficará proibido o corte, suspensão ou interrupção do fornecimento do serviço essencial pelo não pagamento do boleto ou fatura referente à cobrança da taxa de iluminação pública. O deputado anuncia.

O descumprimento da nova lei, se aprovada, resulta em multa de 1 mil a 5 mil Unidades Fiscais Estaduais de Referência de Mato Grosso do Sul (Uferms), q A proposta deve ser avaliada  da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Ouça a reportagem da Rádiowebms

João Flores Junior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here