Ouça: Emedebistas não se entendem se acusam, na 5ª cidade mais rica, Maracaju

Campo Grande(MS) – A noticia da concessão de isenção de IPTU para uma empresa de Maracaju, por ter aumentado suas instalações como garante uma lei municipal da secretaria de Desenvolvimento Econômico da cidade não vingou por causa da pressão popular. O beneficio antes de ser aprovado em plenário na Câmara de vereados, resultou em revolta da comunidade que também quer  ter o direito a isenção;  O que provocou indignação é que a área e o prédio onde está a empresa , pertencem ao atual presidente  do Legislativo, Hélio Albarello(MDB), ele explicou a imprensa local que, o beneficio está em lei, em vão.

Na sessão de 11 de dezembro os vereadores se reuniram, e mudaram o foco, usaram do expediente da casa para criticar o primeiro suplente do MDB, conhecido em Maracaju como Ozéias enfermeiro, que publicou manifestação em vídeo contra a iniciativa. O primeiro a atacar foi o vereador Catito do Democratas.

Ao responder ao Vereador Catito,  Ozeias  lembra de um processo contra o vereador do Democratas e mais 8 colegas, da casa. Hélio Albarello também criticou a postura do Ozeias Enfermeiro e disse ser um politico honesto.

O primeiro suplente do MDB Ozeias enfermeiro, rebate o presidente da Câmara de Vereadores e afirma que Albarello em 2016 queria denunciar um colega vereador por roubo de aposentadoria.

As declarações tanto dos vereadores, na sessão de quarta feira, quanto o primeiro suplemente do MDB estão publicadas nas redes sociais.

João Flores Junior

Foto Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here