GOI fecha desmanche de carros roubados que funcionava em Jaraguari

Campo Grande (MS) – Um desmanche de carros furtados e roubados que funcionava na BR-163, em Jaraguari, foi fechado nesta quinta-feira (13), por policiais do Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil. Três integrantes da quadrilha que receptava e desmontava os carros foram presos.

Foi por meio de denúncia anônima que os policiais chegaram até o desmanche localizado na região conhecida como Quinta do Sossego. No ato da abordagem B. G. D. N. S., 37 anos, M. A. S., 24 anos e P. H. R. S. S., 23 anos, foram flagrados desmontando dois veículos Gol, um cor cinza e o outro prata, ambos com ocorrência de roubo. As peças estavam sendo colocadas em outro carro.

O acusado B. G. D. N. S., que seria o proprietário da chácara, disse aos policiais que todos os veículos que se encontravam no local eram furtados ou roubados.  Diante dos fatos os acusados foram presos e encaminhados à Delegacia da Polícia Civil em Jaraguari, onde foram autuados em flagrante por adulteração de sinal identificador de veículo, associação criminosa e receptação qualificada.

Confissão

Em seu depoimento P. H. R. S. S. afirmou que foi convidado na semana passada para ir comemorar seu aniversário na chácara e que lá chegando percebeu a presença de pelo menos cinco veículos, não sabendo precisar marcas e modelos. O acusado ainda assegurou ao delegado Danilo Mansour, que ajudou a desmontar e retirar as peças de pelo menos três carros.

Segundo o proprietário do desmanche, B. G. D. N. S., as peças dos veículos desmontados seriam levadas para um ferro velho que funciona no bairro Tijuca, em Campo Grande, que pertence a ele e sua esposa. Ainda de acordo com o acusado, tanto os veículos que estavam no desmanche descoberto pelo GOI, quanto as peças existentes no ferro velho da capital, eram furtados e roubados.

O dono da chácara disse ainda saber da procedência dos carros que desmanchava, pois era ele mesmo quem comprava os veículos de usuários de drogas, por valores na faixa de R$ 500. Antes da venda, as peças eram remarcadas pelo proprietário do ferro velho.

Na chácara os policiais do GOI localizaram e apreenderam dezenas de peças de diversos veículos, placas e acessórios, que posteriormente serão submetidos à perícia criminal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here